Ignorar Comandos do Friso
Saltar para o conteúdo principal

Classificação dos Empreendimentos Turísticos

Empreendimentos turísticos

​​​​​​​​​​​​​​​O processo de classificação dos empreendimentos turísticos destina-se a atribuir, confirmar ou alterar a tipologia, o grupo (quando aplicável) e a categoria dos empreendimentos turísticos, mediante um conjunto de requisitos que se encontram estipulados, ou genericamente no Regime Jurídico dos Empreendimentos Turísticos (RJET), ou nos regulamentos por tipologias, que dele derivam.

Os empreendimentos turísticos são classificados nas seguintes categorias:

Estabelecimentos hoteleiros
​- ​Hotéis – 1 a 5 estrelas
- Hotéis-Apartamento – 1 a 5 estrelas
- Pousadas – exploradas diretamente pela ENATUR, não exibem estrelas mas seguem os critérios de 3 ou 4 estrelas confirme o tipo de classificação de edifício ou património onde são instaladas

Aldeamentos turísticos – 3 a 4 estrelas

Apartamentos turísticos – 3 a 4 estrelas

Conjuntos turísticos (não existe diferenciação por estrelas)

Empreendimentos de turismo de habitação - (não existe diferenciação por estrelas, a classificação é turismo de habitação)

Empreendimentos de turismo no espaço rural – casa de campo (não existe diferenciação por estrelas, a classificação é casa de campo)
- Agroturismo (não existe diferenciação por estrelas, a classificação é agroturismo)
- Hotéis rurais – 3 a 5 estrelas

Parques de campismo e caravanismo – podem optar por não ter estrelas ou, com mais requisitos acrescidos, 3 a 5 estrelas
Nota: Os conjuntos​ turísticos são também classificados no seu todo, de acordo com os requisitos mínimos estabelecidos no RJET. Aos empreendimentos turísticos neles integrados aplica-se individualmente o processo de classificação de acordo a tipologia respetiva.

A classificação dos empreendimentos turísticos tem natureza obrigatória.


Tipologias classificadas pelo Turismo de Portugal:

Compete ao Turismo de Portugal classificar os seguintes empreendimentos turísticos:
_ Estabelecimentos Hoteleiros 
_ Aldeamentos Turísticos
_ Apartamentos Turísticos
_ Conjuntos Turísticos
_ Hotéis Rurais

Com exceção dos conjuntos turísticos, estas tipologias classificam-se nas respetivas categorias atendendo à qualidade do serviço e das instalações, de acordo com os requisitos a definir por portaria regulamentar e incidem sobre:
_ Características das instalações e equipamentos
_ Serviço de receção e portaria
_ Serviço de limpeza e lavandaria
_ Serviço de alimentação e bebidas
_ Serviços complementares

A referida portaria distingue entre requisitos mínimos e requisitos opcionais, cujo somatório permite alcançar a pontuação necessária para a obtenção de determinada classificação. 

Processo de classificação:

_ O Turismo de Portugal determina a classificação no prazo de 60 dias a contar da data em que é disponibilizada a informação relativa ao título válido de abertura do empreendimento, por sistema informático ou por qualquer outra forma;

_ A auditoria de classificação é realizada pelo Turismo de Portugal, com isenção de taxa;

_ Nos casos em que, por motivos que sejam imputáveis ao interessado, a auditoria de classificação não se realize na data marcada ou tenha de ser repetida, uma nova auditoria fica sujeita ao pag​amento de taxa destinada exclusivamente a suportar as despesas inerentes;

_ Após a realização da auditoria, o Turismo de Portugal fixa a classificação do empreendimento turístico;

_ Em todos os empreendimentos turísticos é obrigatória a afixação no exterior, junto à entrada principal, da placa identificativa da classificação, no prazo máximo de 10 dias úteis após a notificação ao interessado da classificação atribuída;

_ A aquisição das placas de classificação é da responsabilidade do interessado e pode ser adquirida em qualquer empresa da especialidade e deve ser seguido o modelo respetivo.


Tipologias classificadas pelas Câmaras Municipais locais:

Compete à Câmara Municipal classificar os seguintes empreendimentos turísticos: 
_ Parques de campismo e de caravanismo 
_ Empreendimentos de turismo de habitação 
_ Casa de campo
_ Agroturismo

Processo de classificação:

_ A Câmara Municipal determina a classificação no prazo de 60 dias a contar da data em que é disponibilizada a informação relativa ao título válido de abertura do empreendimento, por sistema informático ou por qualquer outra forma;
_ A auditoria de classificação é realizada pela Câmara Municipal, com a taxa indicada em regulamento municipal;
_ Após a realização da auditoria, a câmara municipal fixa a classificação do empreendimento turístico, exceto quando tenha havido vistoria realizada no âmbito do artigo 65.º do RJUE (desconformidades);
_ Em todos os empreendimentos turísticos é obrigatória a afixação no exterior, junto à entrada principal, da placa identificativa da classificação, no prazo máximo de 10 dias úteis após a notificação ao interessado da classificação atribuída;
_ A aquisição das placas de classificação é da responsabilidade do interessado e pode ser adquirida em qualquer empresa da especialidade e deve ser seguido o modelo respetivo.


A pontuação de um empreendimento turístico poderá ser testada utilizando os seguintes anexos:

ESTABELECIMENTOS HOTELEIROS


ESTABELECIMENTOS HOTELEIROS E HOTÉIS RURAIS


ALDEAMENTO TURÍSTICO


APARTAMENTOS TURÍSTICOS


Os requisitos de Turismo de Habitação podem ser verificados utilizando o seguinte anexo: 

Os requisitos de Turismo no Espaço Rural (Casas de campo e Agroturismo) podem ser verificados  utilizando o seguinte anexo: 


Processo de revisão da classificação

A classificação dos empreendimentos turísticos deve ser oficiosamente revista de cinco em cinco anos;

A revisão da classificação é precedida de uma auditoria de classificação efetuada pelo Turismo de Portugal, I. P. ou pela câmara municipal consoante os casos;

A auditoria de revisão de classificação realizada pelo Turismo de Portugal está isenta de qualquer taxa. A cobrança de taxas pelas câmaras municipais está prevista em regulamento municipal;

A classificação pode também ser revista a todo o tempo, oficiosamente ou a pedido do interessado. Pela realização de auditorias de revisão de classificação efetuadas pelo Turismo de Portugal a pedido do interessado é devida uma taxa, destinada exclusivamente a suportar as despesas inerentes;

O Turismo de Portugal deve proceder à revisão da classificação sempre que receba uma declaração de comunicação de obras isentas;

Do resultado das auditorias de classificação da competência das câmaras municipais é dado conhecimento ao Turismo de Portugal no prazo de 10 dias úteis.



  • Empreendimento turístico
  • Alojamento
  • Classificação
  • Requisitos
  • Regime Jurídico dos Empreendimentos Turísticos
  • Municípios
  • Turismo de Portugal
  • Hotel
  • Hotel rural
  • Turismo no espaço rural
  • Turismo de natureza
  • Aldeamento turístico
  • Conjunto turístico
  • Apartamento turístico
  • Parque de campismo
  • Hotel-apartamento
  • Casa de campo
  • Agroturismo
  • Pousada
  • Placa de classificação
  • social network icon image
  • social network icon image
  • social network icon image
  • social network icon image
  • social network icon image