Ignorar Comandos do Friso
Saltar para o conteúdo principal

Prémio Capital Europeia da Inovação (iCapital) - candidaturas encerraram a 30 jun 2022

Inovação

30.06.2022

​​​​​​​​​​​​O Prémio Capital Europeia da Inovação (The European Capital of Innovation Awards - iCapital), promovido pelo Conselho Europeu de Inovação e Agência Executiva para as PME (European Innovation Council and SMEs Executive Agency​ - EISMEA) da Comissão Europeia, visa reconhecer e recompensar as cidades europeias que estão a desenvolver o melhor ecossistema de inovação urbana. 

Este prémio pretende identificar as melhores práticas que desenvolvem ecossistemas inclusivos que ligam os cidadãos, organizações públicas, organizações privadas e universidades, contribuindo para o aumento de qualidade de vida dos seus residentes e visitantes.

// Categorias e prémios 2022 (8.ª edição)
_ The European Capital of Innovation: para cidades com uma população mínima de 250 mil habitantes. O prémio para o vencedor é de 1 milhão de euros e para os dois segundos classificados é de 100 mil euros cada.
​​​​​​_ The European Rising Innovative City: para cidades com uma população entre 50 mil e até 249.999 habitantes. O prémio para o vencedor é de 500 mil euros e para os dois segundos classificados é de 50 mil euros cada.

// Elegibilidade:
_ Cidades com mais de 50.000 ou de 250.000 habitantes, consoante a categoria
_ Cidades localizadas num dos Estados-Membros ou num país associado ao Horizonte Europa

// Critérios de avaliação:
_ Experimentação: conceitos, processos, ferramentas e modelos de governança inovadores que comprovem o compromisso da cidade em agir como um tubo de ensaio para práticas inovadoras, assegurando a integração dessas práticas no processo de desenvolvimento urbano.​
_ Ascensão: acelerar o crescimento de startups e PME altamente inovadoras através da disponiblização de um quadro jurídico favorável à inovação, criando um ambiente que estimule o crescimento, os investimentos privados e públicos, os recursos, a diversidade e os talentos; e impulsionar a procura de inovação através de contratos públicos de inovação eficientes​.
_ Construção de ecossistemas: desbloqueando o potencial das cidades como facilitadores locais do ecossistema de inovação, promovendo sinergias entre diferentes atores do ecossistema de inovação (do público, da indústria, das startups, da sociedade civil, do público em geral até à academia), para contribuir para o desenvolvimento de um ecossistema de inovação dentro da cidade.
_ Expansão; ser um modelo para outras cidades, apoiando a disseminação e a replicação de soluções testadas que impulsionam o ecossistema local de inovação; que promova a aprendizagem mútua, a transferência de conhecimentos e o reforço das capacidades; e que reforce a cooperação e as sinergias entre as cidades que são pioneiras na condução do ecossistema de inovação local e aquelas que ainda estão a explorar e a testar o seu papel como facilitadores da inovação.​
_ Visão inovadora da cidade: os candidatos devem demonstrar a sua visão/plano estratégico de longo prazo, destacando as iniciativas inovadoras que contribuíram positivamente para a transformação da cidade e que apoiarão ainda mais o desenvolvimento de um ecossistema de inovação sustentável e resiliente, garantindo a transição verde e digital.

// Candidaturas
Prazo: até 30 de junho de 2022
Avaliação: entre julho e outubro 2022
Anúncio dos resultados e prémios: 4.º trimestre de 2022
// Cidades premiadas nas edições anteriores
_ Categoria The European Capital of Innovation
2021: Dortmund (Alemanha), Dublin (Irlanda) e Málaga (Espanha), Vilnius (Lituânia)
2020: Leuven (Bélgica), Cluj-Napoca (Roménia), Espoo (Finlândia), Helsingborg (Suécia), Valência (Espanha), Viena (Áustria)
2019: Nantes (França), Antuérpia (Bélgica), Bristol (Inglaterra), Espoo (Finlândia), Glasgow (Escócia), Roterdão (Países Baixos)
2018: Atenas (Grécia), Aarhus (Dinamarca), Hamburg (Alemanha), Leuven (Bélgica), Toulouse (França), Umeå (Suécia)
2017: ​Paris (França), Tallinn (Estónia), Tel Aviv​ (​​Israel)
2016: Amesterdão (Países Baixos), Turim (Itália) e Paris (França)
2014: Barcelona (Espanha), Grenoble (França) e Groningen (Países Baixos)
_ Categoria The European Rising Innovative City (introduzida na edição de 2021)
2021: Vantaa (Finlândia), Cascais (Portugal) e Trondheim (Noruega)

​​​​

  • Prémio
  • Comissão Europeia
  • EISMEA
  • Inovação
  • Cidades e Vilas
  • Europa
  • Empreendedorismo
  • Startups
  • Boas práticas
  • Incubadoras
  • Projeto
  • Desenvolvimento urbano
  • Gestão
  • Desenvolvimento sustentável
  • 2022
  • social network icon image
  • social network icon image
  • social network icon image
  • social network icon image
  • social network icon image