Ignorar Comandos do Friso
Saltar para o conteúdo principal

Programa Bandeira Azul

Qualidade e sustentabilidade

​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​Em 2020 Portugal conta com 360 praias (costeiras e interiores) e 18 portos de recreio e marinas galardoados. Estão igualmente galardoadas 9 embarcações ecoturísticas que seguem os critérios de sustentabilidade da Bandeira Azul.

Distribuição regional:
 
_ Norte - 78 lugares galardoados distribuídos por 13 concelhos, onde se incluem 70 praias costeiras, 6 Interiores e 2 marinas.
_ Centro – 46 lugares galardoados distribuídos por 20 concelhos, onde se incluem 29 praias costeiras e 17 praias fluviais.
_ Lisboa e Vale do Tejo - 57 lugares galardoados distribuídas por 16 concelhos, onde se incluem 47 praias costeiras, 10 praias fluviais, 2 marinas e 4 embarcações ecoturísticas.
_ Alentejo – 36 lugares galardoados distribuídos por 10 concelhos, onde se incluem 31 praias costeiras, 5 praias fluviais, 2 marinas e 1 porto de recreio e 1 embarcação ecoturística.
_ Algarve – 87 lugares galardoados distribuídos por 13 concelhos, onde se incluem 87 praias costeiras e 4 marinas.
_ Açores – 42 lugares galardoados distribuídos por 11 concelhos, onde se incluem 42 praias costeiras e 5 marinas.
_ Madeira – 16 lugares galardoados distribuídos por 8 concelhos, onde se incluem 16 praias costeiras, 1 marina e 1 porto de recreio e 4 embarcações ecoturísticas.

 
Este ano registamos 11 novas praias em todas as regiões do país e nos concelhos do Porto, Vila do Conde, Leiria, Santa Maria da Feira, Oeiras, Torres Vedras, Portel, Portimão, Praia da Vitória e Machico nos arquipélagos dos Açores e Madeira, respetivamente.​​​​​​​​

Estes resultados fazem com que Portugal, entre os 47 países que desenvolvem o Programa Bandeira Azul, se mantenha no primeiro lugar no que diz respeito à percentagem de praias galardoadas face ao total de designadas do país.

 
Considerando as circunstâncias extraordinárias em que vivemos, decidiu a Bandeira Azul, em conjunto com a Coordenação Internacional e o Júri Nacional do programa (do qual o Turismo de Portugal é membro) adaptar os critérios e ter como tema do ano: “De volta ao Mar, Com Atitude de Mudar: mudar a forma como nos relacionamos com o Mar e com os outros; mudar a forma como usufruímos da praia; mudar a forma como nos comportamos social e ambientalmente”.

O Programa da Bandeira Azul da Europa iniciou-se à escala europeia, em 1986, integrada no programa do Ano Europeu do Ambiente. Com o apoio da Comissão Europeia, esta iniciativa tem por objetivo principal elevar o grau de consciencialização dos cidadãos em geral, e dos decisores em particular, para a necessidade de se proteger o ambiente marinho e costeiro e incentivar a realização de ações que conduzam à resolução dos problemas existentes.

 
​​O Programa Bandeira Azul apresenta atualmente quatro vertentes: praias, portos de recreio, embarcações de recreio e embarcações eco-turísticas. É atribuído anualmente às praias e portos de recreio e embarcações que cumpram um conjunto de critérios de natureza ambiental, de segurança e conforto dos utentes e de informação, proteção e sensibilização ambiental e responsabilidade social. A nível internacional, a Bandeira Azul da Europa é reconhecida como um eco-label, designadamente pela Comissão Europeia e pelo Programa das Nações Unidas para o Ambiente.”
​​
  • Prémios e concursos
  • Bandeira Azul da Europa
  • ABAE
  • Boas práticas
  • Portugal
  • Praias
  • social network icon image
  • social network icon image
  • social network icon image
  • social network icon image
  • social network icon image