Ignorar Comandos do Friso
Saltar para o conteúdo principal

Concurso Revive Santuário do Cabo Espichel- candidaturas até 20 jul 2021

Avisos de concursos

20.07.2021

​​​​Foi publicada, em Diário da República, a abertura do novo concurso público relativo ao Santuário de N.ª Senhora do Cabo Espichel, em Sesimbra, para a concessão de exploração por um período de 50 anos, com vista à realização de obras, incluindo de infraestruturas, e posterior exploração para fins turísticos como um estabelecimento hoteleiro, estabelecimento de alojamento local na modalidade de estabelecimento de hospedagem, ou outro projeto com vocação turística, nos termos da legislação em vigor.

O Santuário do Cabo Espichel, inserido no parque natural da Arrábida, também conhecido como Santuário de Nossa Senhora da Pedra Mua, situa-se no Cabo Espichel, e reza a lenda, que ocorreu, no local, uma aparição de Nossa Senhora. Do primitivo santuário referido pelas Visitações da Ordem de Santiago, nada resta nos dias de hoje. 

A partir do culto a Nossa Senhora do Cabo e da quatrocentista Ermida da Memória, no século XVIII, D. Pedro II e D. José mandaram edificar um santuário que perdurou afeto ao culto até à transição para o século XX, entrando depois em declínio.

O Santuário congrega a igreja construída entre 1701-1707, em estilo chão, duas alas de hospedarias edificadas entre 1745-1760, a casa da água datada de 1770 e abastecida por um aqueduto e a casa da ópera, de finais de oitocentos. As duas fiadas de habitações para os romeiros criam duas linhas que conduzem à igreja, acentuando a cenografia do templo, ao mesmo tempo que realçam um jogo de vãos, de cheios e vazios e de claro-escuro através da arcaria e janelas do andar superior, numa arquitetura saloia, mas de grande interesse.

O imóvel está classificado de interesse público desde 1950, beneficiando, ainda, de uma Zona Especial de Proteção. A concessão compreende o bem imóvel pertencente ao domínio privado do município de Sesimbra (ala norte) e parte do bem imóvel propriedade da Confraria de Nossa Senhora do Cabo (ala sul).


_ Duração da concessão: 50 (cinquenta) anos
_ Renda mínima anual: € 15.276,00 (quinze mil, duzentos e setenta e seis)
_ Área total de construção: 5.937m²

Prazo limite para apresentação de propostas: 20 de julho 2021.​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​


  • Concurso
  • REVIVE
  • Reabilitação urbana
  • Utilização turística
  • Património
  • Turismo de Portugal
  • Centro
  • 2021
  • social network icon image
  • social network icon image
  • social network icon image
  • social network icon image
  • social network icon image