Ignorar Comandos do Friso
Saltar para o conteúdo principal

Concurso Revive do Palacete dos Condes Dias Garcia, São João da Madeira (Aveiro) - candidaturas encerradas a 6 mar 2020

Avisos de concursos

06.03.2020

​​​​​​​​​​​​​​​​​​
Foi publicada em Diário da República a abertura do novo concurso público para concessão do Palacete dos Condes Dias Garcia, em São João da Madeira, Aveiro, com vista à realização de obras, incluindo de infraestruturas, e posterior exploração para fins turísticos, como estabelecimento hoteleiro com a classificação de 4 estrelas ou superior, nos termos da legislação em vigor.

Construído na viragem do século XIX para o século XX, o palacete dos Condes Dias Garcia é um exemplar arquitetónico do “estilo abrasileirado” ou “arquitetura dos brasileiros”, símbolo da afirmação e do prestígio pessoal e riqueza do seu proprietário, António Dias Garcia, natural de S. João da Madeira, que aos 12 anos emigrou para o Brasil e ali fez fortuna. Gerada a riqueza, financiou e patrocinou inúmeras obras de caridade no Brasil e na sua terra natal, recebendo, em resultado disso, diversos títulos honoríficos, dos quais se destaca o titulo de Conde, concedido em 1928 pelo Papa Pio IX por intermédio do Cardeal Arcoverde do Rio de Janeiro. 

Em São João da Madeira mandou construir este Palacete para passar férias com a família. O edifício combina vários estilos construtivos e decorativos, destacando-se as fachadas amplas, com numerosas portas e janelas, de pé direito considerável, e os telhados de dois torreões com telhas coloridas. Após o desaparecimento de António Dias Garcia nos anos 40 do século XX, o palacete funcionou como instituto de línguas, centro de formação da indústria do calçado, liceu e tribunal, até ser parcialmente destruído num incêndio em 1990. 

Em 2009 foi objeto de  obras de estabilização e  recuperação de fachadas, tendo sido, recentemente, integrado no Revive, já na 2ª fase deste programa. 

- Duração da concessão: 50 (cinquenta) anos
- Renda mínima anual: € 18.264,00
- Área de construção: 5237 m2

Prazo limite para apresentação de propostas: 6  março ​2020​
  • Concurso
  • REVIVE
  • Reabilitação urbana
  • Utilização turística
  • Património
  • Turismo de Portugal
  • Investimento
  • Financiamento
  • social network icon image
  • social network icon image
  • social network icon image
  • social network icon image
  • social network icon image